Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2007

A Evolução Francesa

Imagem
Que prazer acompanhar a eleição Francesa. Ver que a poucos dias de escolher quem assumirá o governo um terço dos franceses ainda não havia optado por nenhum candidato. O melhor é saber que essa indecisão não vinha da falta de esclarecimento, mas porque os franceses procuram realmente saber o que cada candidato se propõe a fazer. A venda de livros sobre os futuros presidentes e suas propostas é enorme. Aquele que ganhar a eleição terá uma aprovação muito grande, pois ele foi escolhido com convicção surgida da compreensão.
Fico imaginando quando os brasileiros vão se dar conta de que governo não é tudo igual. Que dependendo de quem for para o poder vai mudar muita coisa na vida de todos nós. Governo é como a direção de uma empresa, se ela tomar decisões acertadas a instituição cresce e prospera. Se isso ocorrer ela acabará contratando mais gente e pagando melhor os funcionários que estavam no início do processo de desenvolvimento. Governo com boas diretrizes irá produzir resultados pos…

Ode à rotina

Imagem
Pobre coitada da rotina, tão criticada, evitada e desprezada. Esse tipo de adjetivo é fruto de uma condição da mente humana que aspira por tudo à diversidade. Deseja por tudo manter-se alimentada de dispersão. O que nosso psiquismo quer são pensamentos diversificados para que se mantenha nossa natural instabilidade. No entanto a satisfação completa acompanhada de desenvolvimento e evolução caminha na outra direção. É justamente na estabilidade que está o segredo do sucesso e da realização pessoal.

Claro que precisamos, vez por outra variar e ter experiências diferentes. O problema é quando isso se torna uma regra. A próxima sensação terá que ser sempre mais forte e superar a anterior. Assim que a falta de diversidade entediar a pessoa, ela vai buscar um degrau mais alto de satisfação. Deixará, no entanto de explorar suas potencialidades, estará sempre diversificando o que a tornará superficial em todas as áreas.

Fazer as mesmas coisas é uma oportunidade única de nos aprimorarmos. Essa …

A ampliação do NÓS

Voltamos à essência do trabalho de Sergio Buarque de Holanda, que analisou profundamente a psicologia do povo brasileiro a partir de toda a influência que a colonização portuguesa teve em nossa maneira de pensar, agir e sentir. O que mais aparece em sua tese, Raízes do Brasil é que o povo português deixou aqui uma forma bem individualista de ser. Isso se deve ao culto à personalidade tão presente em nossos colonizadores.

Nesta obra, ele mostra: ``é que nenhum desses vizinhos (referindo-se aos países europeus próximos a Portugal e Espanha) soube desenvolver a tal extremo essa cultura da personalidade, que parece constituir o traço mais decisivo na evolução da gente hispânica, desde tempos imemoriais. Pode dizer-se, realmente, que pela importância particular que atribuem ao valor próprio da pessoa humana, à autonomia de cada um dos homens em relação aos semelhantes no tempo e no espaço, devem os espanhóis e portugueses muito de sua originalidade nacional.`` Essa influência do culto a in…

A psicologia do MEDO

O amor e o medo são as duas emoções que mais movimentam o ser humano. Como já falamos da primeira delas em outro artigo, vamos tratar neste trecho do lado negro da força.

Se fizermos uma análise bem profunda desta sensação, chegaremos à conclusão que todos os tipos de medo têm na origem o medo da morte. Eles serão mais intensos na medida em que se aproximarem mais deste que é o maior de todos os receios. Entretanto, o temor da morte sempre foi muito válido na preservação de nossas vidas. Façamos uma breve introspecção no amedrontamento de uma personagem fictícia e vejamos o quanto uma crença aparentemente infantil pode prejudicar nossa performance. Nossa vítima tem um medo bem comum nas pessoas, falar em público e por isso se expressa muito mal na frente de mais de duas pessoas.

De onde vem esse medo? Uma resposta possível é que ela pode se sair mal na sua exposição.
Qual o problema disso? Talvez não seja bem vista pelas pessoas que presenciarem sua apresentação.

Qual é o receio de termos…

As vantagens do compartilhamento

O outro texto sobre esse assunto talvez não tenha dado a dimensão que esse ato, tão evoluído que é compartilhar, merece. O ser humano nasce com uma dependência total dos seus progenitores, passa pela adolescência e inicio da fase adulta em que busca a total independência, mas é quando começa a trabalhar em equipes e contribuir com outras pessoas compartilhando conhecimento que fará grandes realizações.
Fazendo uma breve análise da história humana também passamos por essas fases. Saímos de um período no qual tínhamos total dependência da natureza, depois da igreja e do Estado para um momento que desejávamos apenas a independência e por essa atitude acabamos por agredir e prejudicar o meio-ambiente onde vivemos. Atualmente, o homem sabe de sua ligação com tudo, tem consciência que vivemos em um mundo sistêmico onde ações feitas em um tempo espaço vão afetar todo o planeta por muito tempo. Vivemos um momento de total interdependência. Hoje sabemos o quanto precisamos ter uma boa relação …

O Político e o Administrador

Duas das principais razões que fazem a administração pública não funcionar tão bem quanto a privada são:

1. O fato de que o propósito de um Estado o direciona para a acomodação e o de uma empresa obriga-a aprimorar-se para sobreviver;

2. A diferença comportamental existente entre aquele que gere um negócio e a pessoa que se dedica à vida pública.

A razão de existir de uma empresa é gerar resultado, servindo seus clientes para que se sintam satisfeitos pelo que receberam. O propósito de um Estado é prover saúde, educação e segurança à sua população.

No caso das empresas podemos escolher de qual desejamos consumir. Isso gera um movimento de competição saudável entre as companhias fazendo com que se aprimorem constantemente. O estado aparentemente não tem concorrente. Todos os que habitam a sua terra são obrigados a pagar imposto, mesmo que estejam insatisfeitos com os serviços oferecidos. A instituição que já possui seu resultado garantido acaba por se acomodar e se degradar com o passa…

Consciência Política

Toda mudança precede uma tomada de consciência, com ela vem a vontade de aprimoramento. O fumante para com seu vício apenas quando percebe que aquilo faz mal para ele. Toma consciência de algo que está lhe incomodando e age para modificar.

Muito se fala sobre melhorar o país, mas pouco fazemos para efetivamente gerar alterações positivas. Por incrível que pareça coisas muito simples podem nos ajudar muito.

Brasília produziu no Brasil um grande afastamento do povo em relação às decisões tomadas por nossos políticos. Isso é péssimo, pois o povo se tornou passivo a toda tomada de decisão que ocorre por lá. Governo não é tudo a mesma coisa. Quando este toma decisões acertadas vai produzir efeitos positivos, se decidir erroneamente prejudica a todos nós. Devemos, portanto de alguma forma poder interferir nessas decisões.

Algumas ações simples que estão ao alcance de todos e que vão ampliar a sua consciência política fazendo com que dessa forma saibamos como mudar a gestão do nosso territór…

The Second life in the real life

Muito tem se falado do novo jogo da internet chamado Second Life. Nesse programa as pessoas podem criar um personagem virtual que vive em um site onde elas podem ter carros, imóveis, ir a festas, fazer amigos etc. Trata-se de um embrião de um futuro mundo virtual.

O questionamento que faço é: o que leva as pessoas a quererem ter uma vida paralela que com certeza não se compara à existência real em termos de possibilidades, aventuras e intensidade de sensações.

A procura de experiências como o Second Life vem do desconhecimento da capacidade humana e do universo que nos rodeia.

Na verdade já vivemos em um mundo virtual, onde tudo é possível e que depende apenas de nós para se modificar. Claro que para isso acontecer no planeta real, diferente do programa de computador, precisamos vencer nossos medos, condicionamentos e preguiças. É preciso força de vontade e disciplina para construir a vida que você quer, mas ela é possível e está ao alcance de todos os seres vivos.

Nossa vida segue o rumo…

Os condicionamentos e a liberdade

Enquanto a sociedade ocidental se debate no assunto da condição humana (até que ponto o homem é condicionado por sua fisiologia, sua hereditariedade, seu meio social, pela ideologia cultural da qual participa, por seu inconsciente e, sobretudo pela História, por seu momento histórico e por sua própria história pessoal) os hindus, há muito tempo, já trabalhavam para libertar o homem desses condicionamentos. Possibilidade negligenciada no ocidente.

O Hinduismo parte de uma visão altamente pessimista ou realista, a de que o homem é condicionado e por conta disso praticamente não possui livre-arbítrio. Reconhecendo o problema fica mais fácil buscar uma solução para essa grande questão existencial. Libertar o homem daquilo que foi imposto e deixar que este manifeste sua verdadeira identidade.

Por não conseguir vivenciar suas reais vontades nós ficamos invariavelmente presos ao que a sociedade nos impõe, no entanto o sistema indiano visa quebrar essa tendência tomando mais consciência de noss…