Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2014

ALTA FIDELIDADE - NICK HORNBY

Imagem
"O que veio primeiro, a música ou a dor? Eu ouvia a música porque estava infeliz? Ou estava infeliz porque ouvia a musica? O que veio primeiro, a música ou a dor? Eu ouvia a música porque estava infeliz? Ou estava infeliz porque ouvia a música? Estes discos todos transformaram você numa pessoa melancólica?  
As pessoas se preocupam com o fato das crianças brincarem com armas e dos adolescentes assistirem a vídeos violentos; temos medo de que assimilem um certo tipo de culto à violência . Ninguém se preocupa com o fato das crianças ouvirem milhares – literalmente milhares – de canções sobre amores perdidos e rejeição e dor e infelicidade e perda. As pessoas afetivamente mais infelizes que eu conheço são as que mais gostam de música pop; e não sei se foi a música pop que causou tal infelicidade, mas sei que elas vêm ouvindo as canções tristes há mais tempo do que vêm vivendo suas vidas infelizes."



ELA

Ela caminhava de forma estranha. Atravessava os corredores frios e emborrachados do hospital de maneira diferente do que fazia há alguns meses. Era como se os passos não buscassem mais uma direção, seguiam-se simplesmente por uma continuidade, que podia acabar a qualquer momento. Eu não conseguia olhá-la nos olhos. Doía vê-la magra e frágil, sem usar lenço na cabeça como faziam todas as outras mulheres condenadas por aquela doença.
- Como foi hoje mãe?
- Acho que daqui para frente vai ser sempre igual ou pior. Não há muito o que mudar.
- Que bom que você não sentiu enjôo, nem tontura.
- Eu queria mesmo, não ter sentido nada. Falei para você que essa coisa de quimio não ia adiantar. Seria mais fácil eu morrer em paz, sem incomodação.
- Mãe a gente precisava tentar alguma coisa.
- Cheguei até a acreditar nisso, mas falei que não ia dar certo.
- Vamos para o quarto.


Centenário de Adolfo Bioy Casares

Imagem
Hoje comemora-se o centenário de um dos maiores escritores argentinos de todos os tempos Adolfo Bioy Casares. Amigo íntimo de Jorge Luis Borges e um dos precursores do  Realismo fantástico os dois criavam escritores com pseudônimos apenas para brincar com os críticos literários que os agraciavam com inúmeros prêmios que obviamente nunca foram entregues. A principal obra de Casares, Ainvenção de Morel de 1940, já relata a presença de um holograma em uma ilha deserta. Esse livro foi a inspiração da série. Lost sendo inclusive lido durante os episódios pelos seus personagens.

.

O Leão da Toscana

Imagem
O Leão DaToscana conta a história de Gino Bartali herói italiano que venceu o Tour De France em 1938. O atleta teve sua carreira interrompida pela 2a Guerra Mundial e durante esse período arriscou sua vida transportando documentos  falsos para libertar judeus das perseguições fascistas.
Gino voltou a competir no pós-guerra e mesmo descreditado por todos devido a sua idade avançada recuperou o posto de melhor ciclista do mundo em 1948. Nessa época o ciclismo era acompanhado por todos os europeus. Em 48, 38% da população da França foi para as estradas ver a prova, o que equivaleria hoje a 25 milhões de espectadores. 
O livro trata de um tempo em que o Tour era feito para que fosse tão difícil que somente um ciclista conseguiria terminar. Não existia treinamentos científicos, os equipamentos era rudimentares, os médicos recomendavam que os atletas fumassem cigarros antes das competições, comessem carneiros e bebessem muito vinho. 


Noites Tropicais - Nelson Motta

Imagem
Acabei de ler Noites Tropicais por indicação do meu irmão Lucas De Nardi. Apesar de ser um fã de MPB eu não fazia idéia do tamanho da influência de Nelson Motta na produção da nossa música. O livro nada mais é que uma história da MPB a partir da sua vida. 
Gostei muito do que ele fala de Marisa Monte que também considero a essência do sucesso duradouro - talento, referências e não querer fazer sucesso. 
"Tinha ótima cultura musical, conhecia jazz e ópera, bossa nova e MPB, choro e funk, tropicalismo e rock, tinha uma obsessão por qualidade e parecia muito séria e determinada em sua escolha. Não ambicionava fazer sucesso: queria cantar bem, músicas bonitas."