Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2010

MINHA MÚSICA

Imagem
Este é meu último show. Vou sair daqui e dizer para o Albert que não consigo mais. Não importa o que ele prometa, vou declinar de vez, para sempre...
Minha relação com a música até que começou bem, eu gostava dela, ainda gosto, mas não da forma como nos relacionamos agora. Levo jeito para a coisa. Pelo menos era o que dizia o meu professor, não sei... Também, fazer sucesso hoje em dia depende muito mais de outros fatores do que da sua vocação, esforço pessoal ou - o que mais me incomoda - a qualidade do som. Mas eu cheguei até aqui por mérito. Só eu sei por quantas horas de ensaio e de encheções de saco passei. Sei lá. Pouco importa também. Há tantos querendo o meu lugar que vão vibrar quando souberem que parei.

Terra de Pandora

Imagem
http://www.facebook.com/?ref=home#/album.php?aid=180165&id=533044174&ref=nf

http://www.flickr.com/photos/assimfaloudenardi/sets/72157623107942123/



Elegância

Imagem
O DeRose escreveu um livro de boas maneiras que assim como o texto da Matha Medeiros fala muito mais de como se relacionar do que a forma correta de pegar nos talheres. A dedicatória do escritor brasileiro servirá também para este lindo texto que recebi da minha amiga Vivi Müller.

"Os que precisam deste livro não vão lê-lo. Se lerem não vão entender. Se entenderem não vão concordar. Se concordarem não vão conseguir mudar. Portanto, escrevo para você que não precisa dele."

Amigo Secreto

Imagem
Eu abri o livro e a carta caiu. O que você me dera há alguns dias e que já figurava entre os meus favoritos.

E eu que sempre pensei que quem pegávamos no amigo secreto era alguém com quem teríamos algo a resolver. Não sei de onde veio isto, talvez daqueles livros de auto-ajuda que eu lia na adolescência e que diziam que há um porque em tudo o que acontece no universo. Mas vamos ficando mais velhos, mais "sábios" e então passamos a achar que tudo o que acontece, no máximo acontece para nos prejudicar. E foi você que me tirou. E nós tinhámos tanta coisa para resolver...

O MAR, AMOR

Imagem
Daqui a pouco alguém vai gritar “Terra a vista”. E aí, eu vou enjoar, mais do que quando o mar fica agitado. Não é qualquer Terra a vista que me dá essa náusea, é essa parte da Terra. Não, não é a Terra; é Ela. E se eu não descesse? Afinal, será só uma noite e, se eu não a vir, daqui a uma semana nem lembrarei mais que passamos por aqui. Uma vez o marujo me disse “Aqui há tudo meu filho, toda forma de vida nasceu do mar.” Aquele velho é que sabia das coisas. Eu não preciso dela, por que quem tem o mar tem tudo. Por sorte, nasci dele, aprendi seus truques na praia e o pessoal da Marinha gostou disto me pegou. Também aprendi muita coisa lá. Hoje a fonte da vida está sob os meus pés. Não careço de mais nada. Longe da Terra sou livre, trabalho com o que gosto, estou ao lado dos meus amigos e me sinto próximo do marujo que me ensinou tudo. O Mar me une à minha essência. Mas algo me falta, não sei bem o que é, talvez... Ela.