Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2010

O PLANO DO PT

Imagem
Eu ouvi do meu pai. Ele tem um pouco daquelas teorias da conspiração, mas esta eu achei bem coerente.
Segundo ele, o plano do PT é o seguinte:


Assim que eles perceberem que Dilma não está emplacando nas pesquisas, Lula irá renunciar e subir no palanque com como vice-presidente. Após ganhar a eleição, em 6 meses, Dilma piora do câncer e ele assume. Juridicamente perfeito, democraticamente... bom acho que os guerrilheiros não estão se importando muito com isto. É esperar para ver.

XXIII FÓRUM DA LIBERDADE

Imagem
Não foram poucos os empresários e políticos que subiram ao palco do XXIII Fórum da Liberdade que aconteceu em Porto Alegre na semana passada e que disseram que aquele era o maior evento desta natureza que eles já haviam participado. Não estamos falando de palestrantes inexpressivos que tentam animar platéias com fórmulas motivacionais. Estavam ali presentes empresários e políticos de relevância mundial como Carlos Ghosn da Nissan, David Neeleman da Jet Blue, Jorge Johannpeter da Gerdau, Armínio Fraga ex-presidente do Banco Central, Henrique Meireles atual presidente do Banco Central, Jorge Quiroga ex-Presidente da Bolívia, Fernando Henrique Cardoso e outros.

A RAINHA NORUEGUESA

Imagem
Esta reportagem que saiu no site da Revista O2 me encantou, resolvi publicá-la na integra. A história por si só já valeria, mas além disto há maratona, Nova York, auto-superação e a ascenção do poder das mulheres. 
Pioneira nas maratonas, Grete Waitz venceu nove vezes a de Nova York; nenhum outro corredor, homem ou mulher, conseguiu tal feito
Por Nanna Pretto

Ainda criança, a norueguesa Grete Waitz já competia nas corridas. Em família. O incentivo para a prática de esportes, no entanto, não era para ela e sim para os irmãos, o que a deixava, a contragosto, de fora das pistas. Grete era jovem demais para entender a discriminação que prevalecia no esporte. Hoje ela é o símbolo da revolução das atletas na Noruega.

Grete cresceu em Oslo, no dia 1° de outubro de 1953. Os primeiros prêmios vieram na adolescência, em campeonatos juniores nos 400 m e 800 m. Em 1970, aos 17 anos, ela cravou o recorde europeu na categoria, correndo 1.500 m em 4min17s. Desde então, a família passou a incentivá-l…

PARA SEMPRE...

Imagem
Quando eu tinha 5 anos um cara apareceu na minha família. Ele era adulto, mas era diferente. Tinha tatuagem, pegava onda, falava gírias e era chamado pelo apelido - Ledo. O Ledo era um amigo adulto, mas igualzinho a nós crianças. Foi o Ledo que me deu a primeira prancha de fibra (como a gente chamava na época), a primeira, a segunda e a terceira. Nenhum amigo meu surfava naquela idade e ele já me empurrava nas ondas da Joaquina. Depois organizou uns campeonatos de futebol para que os meus times ganhassem e patrocinou as camisas da minha equipe do colégio.

O tempo nos afastou, mas as conversas sobre negócios nos reaproximaram. O Ledo era para mim, aquele tio rico, que toda a família tem e que a gente gosta de ouvir. Sempre otimista e inegavelmente um vencedor. Nos nossos últimos bate-papos seus olhos brilhavam, falava dos seus faturamentos, dos planos e de idéias mirabolantes, segundo ele, sempre possíveis. Empolgava-se tanto que chegou a dizer que seria um dos homens mais ricos do Bra…

A FUGA

Imagem
Cantam os pássaros. São 6 da manhã na cidade que se diferencia das vizinhas apenas pelo nome. Quase todos por aqui, possuem algum grau de parentesco eacordam junto com o sol que parece nascer da própria terra, esfera flutuante de cor indescritível. Neste lugar o bucólico impera, os silêncios falam mais que as vontades e o outro quase sempre importa mais que o si. Apesar de tudo, a vida havia sido generosa com Natália. Sua existência sempre tivera um que de sutileza, leveza e beleza. No entanto, a vida chegara para cobrar seu preço, esmurrando a porta, feito um soldado que volta para casa e desconta angústias, cobrando dos descendentes algo que eles não podem dar.

UM POUQUINHO DE ARTE NUNCA É DEMAIS

QUEM FOI O PRIMEIRO FACEBOOKER ????

Imagem
Henry Miller mudou-se de Nova York para Paris em 1929. Vivia à margem da sociedade e dependia de amigos até para comer. Tentou escrever alguma coisa por esta época, mas seus personagens não possuiam seiva. Um dia Miller despertou. "Eu sou meu próprio personagem."

Foi então que criou um tipo de literatura inédita misturando realismo e ficção, sempre partindo das suas experiências pessoais. Seu primeiro livro Trópico de Câncer, nasceu em 1934 já como sucesso de público e crítica, mesmo sendo proibido em vários países inclusive no seu. Apesar disto, Henry foi a inspiração para o movimento de contra cultura da geração beat nos Estados Unidos.

O escritor antecipou algo que todos vivem nos dias de hoje. Tornou público suas angústias, seus sucessos, suas conquistas e foi mais do que ninguém extremamente original em sua obra.