Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2009

Maratona de Porto Alegre

Imagem
Existe uma grande mística na idéia de se completar uma maratona. Falar sobre este assunto com os amigos é pedir para ser tachado de louco ou masoquista. No entanto, como com quase tudo que pensamos ser impossível de se realizar, somos nós mesmos que criamos, dentro das nossas cabeças, os maiores obstáculos. Tornar desafios realidade depende somente de vontade transformada em ação e de enfrentar o receio, como descrevi no artigo A PSICOLOGIA DO MEDO.

A minha primeira maratona não começou em Porto Alegre no dia 24 de maio de 2009 às 7h e 15 min. com a largada na beira do Rio Guaíba, mas há 4 anos atrás quando dei o primeiro trote de 15 minutos no Parque do Ibirapuera e quase morri de cansaço. A preparação feita com constância e disciplina é a chave para se vencer qualquer tipo de desafio. É o treino que faz o gênio. Mas esta disciplina jamais pode ser incorporada como uma auto-flagelação, if you no pay, no play. Acredito que disciplina seja muito mais uma questão de se fazer uma boa es…

Se tudo der certo...

Imagem
Se tudo der certo, mais ou menos a esta hora (meio-dia), daqui a uma semana (24/5), estarei cruzando a linha de chegada da 26a Maratona de Porto Alegre. À medida que a prova se aproxima, vem com ela a ansiedade, o medo de algo dar errado logo agora, como aconteceu em Chicago em 2007, quando há um mês da corrida tive um problema no pé que me impediu de fazê-la. Do outro lado vem também a expectativa de uma vitória pessoal, a felicidade pela realização de um objetivo significativo para mim.

Vamos torcer, pois se até lá, tudo der certo, teremos uma boa história para contar.

Aguarde.

Amyr Klink

Imagem
Na última quarta-feira de abril estive com um dos mais notáveis brasileiros vivos, Amyr Klink. Acredito que quase todos os jovens da minha geração, que viveram sua infância na década de 80 nutriram algum tipo de admiração por este homem que em 85 atravessou sozinho o Atlântico num barco a remo e que cinco anos depois lançou-se novamente ao mar para passar 642 dias entre a Antártica e o Ártico a bordo do veleiro Paratii. Lembro que todas as casas que eu frequentava naquela época, seja de amigos ou parentes, tinha lá, pelo menos um exemplar de seus livros.

Amyr é dotado de um espírito aventureiro que nos impele a descobrir o mundo tal como ele é, com nossos próprios sentidos e não a partir de livros ou filmes como mostra o vídeo abaixo. Para minha sorte, não foi a primeira vez que o vi plaestrando. Afinal, o conhecimento de uma pessoa com tanta sabedoria e experiência de vida não cabe em uma conferência de 2 horas, talvez nem em 1000.

O que mais me marcou ao ouvi-lo desta vez, foi a im…

Ian McEwan

Imagem
Aquele famoso filminho chamadoFiltro Solar começa assim - "Se eu pudesse dar só uma dica sobre o futuro seria esta: use filtro solar." Depois tem uma outra parte que eu gosto muito que diz - "More uma vez em Nova Iorque, mas vá embora antes de endurecer." Mas esta não importa agora, a que desejo parafrasear é a primeira e o meu conselho é - Se eu pudesse dar só uma dica sobre a literatura seria esta: leiaIan McEwan.

Na pesquisa para escrever Variações sobre um tema do Amorreli Na Praia e também trechos de Reparação e Sábado. McEwan produz em mim uma sensação antagônica de prazer e frustração. Prazer, pois no meu ponto de vista, nenhuma história é tão brilhantemente contada como as suas. Sua capacidade de descrever estados internos chega a ser frustrante para mim pois chego a pensar que talvez nunca alcançarei este nível.

No entanto, esse ano eu vi uma luz no fim do túnel... Comecei a ler seus livros mais antigos como Primeiro Amor, Último Sacramento & Entre …