Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2010

ILUSÃO SEM ALMA

Imagem
O livro de Eduardo Giannetti, A Ilusão da alma - biografia de uma idéia fixa, acaba de ser lançado e já está nas gôndulas dos mais vendidos nas principais livrarias brasileiras. Comprei-o porque vi o autor palestrando num evento sobre educação e gostei bastante. O livro conta a história de um professor, especialista em Machado de Assis, que ao passar por uma cirurugia de retirada de tumor, começa a questionar o propósito da sua existência. Com isto, faz um mergulho profundo no que existe de mais moderno na ciência a respeito das relações existentes entre cérebro e mente. Após apresentar todas as suas reflexões sobre o que aprendera com esta imersão, o personagem provoca-nos - "Refute-me se for capaz!"



Então vamos lá. O que escritor tentou, foi criar um romance no qual ele insere um tema científico, para não ficar aquela coisa maçante de livro técnico. Por tanto, teremos que fazer duas análises: primeiro do conteúdo literal e em seguida do técnico.

JAZZ E A ALTA PERFORMANCE

Imagem
Quando assisti pela primeira vez um concerto de Jazz, aquilo foi tão imapactante que escrevi um artigo chamado A ORGANIZAÇÃO PARA A ALTA PERFORMANCE no qual mostrava porque este tipo de grupo se adequa muito mais às organizações modernas. Acostumado apenas com as orquestras, naquele show consegui enetender o quanto a forma de se gerir um grupo tem mudado ao longo dos anos. Recentemente a HSM também publicou um artigo na mesma linha chamado VOCÊ GOSTA DE JAZZ? NÃO PRECISA RESPONDER sendo sincero achei o meu melhor, mas fica a sugestão para o leitor comparar.

NOVOS DREAMS TEAMS

Imagem
No post Todos Juntos,  me comprometi a publicar times de excelência que fossem sugeridos pelos leitores. Recebi os seguintes grupos:

De Drica Lopes
Outro encontro memorável para "Todos juntos" foi a Viena "fin-de-siècle". Entre 1890 e 1910 houve uma explosão, por assim dizer, de ideias e literatura da chamada modernidade vienense. Eis aí a coincidência de nomes: em filosofia (positivismo e epistemologia em Ernst Mach, fenomenologia e filosofia da linguagem em Franz Brentano); ciências humanas (a psicanálise de Sigmund Freud, a história da arte em Alois Reigel e Franz Wickhoff); em ciências sociais (a renovação da economia política em Carl Menger e seus discípulos e do direito em Hans Kelsen; em literatura (Hugo von Hofmannsthal, Hermann Bahr e Arthur Schnitzler - a propósito, deste último, a literatura permanece muitíssimo atual, e merecia ser mais publicado aqui no Brasil; nas artes plásticas (Gustav Klim e a Secessão, artes decorativas e Wiener Werkst…

O PERIGO DA GRANDE MARCHA ... RÉ - Arnaldo Jabor

Imagem
Meu pai me mandou este texto. Na época em que foi escrito, ainda havia a possibilidade desse cagão (desculpe a palavra) do Aécio ser vice de Serra. Agora já sabemos que a eleição está praticamente decidida. Na época que Jabor escreveu o texto ainda havia esperança. Agora o que ele descreve abaixo é o que nos espera, tristemente.
_____________________________________________________________________________





Vivemos um momento delicado para a democracia. Lula é um reality show permanente. Lula está em fremente lua de mel consigo mesmo, como dizia Nelson Rodrigues .

Mas, em sua viagem narcisista, começam os sintomas do erro. A sensatez do velho sindicalista virou deslumbramento. Um dia, abraça o Collor, no outro está com o Hamas e o Irã.

Freud (não o Freud Godoy dos aloprados...) tem um trabalho clássico, O fracasso após o triunfo, no qual mostra que há indivíduos que lutam e vencem, e, depois da vitória, se destroem, porque muitos carregam no inconsciente complexos inibidores d…

COMPROMISSO COM A OBRA

Imagem
Aos 30 anos, Nelson Rodrigues já conhecia muito bem os altos e baixos da vida. Depois de uma infância difícil, seu pai fundara dois jornais de sucesso no Rio de Janeiro. O segundo deles faliu após um trágico incidente envolvendo seu irmão Roberto, que era um talentoso cartunista. Depois de retratar uma mulher que havia acabado de se desquitar, esta comprou uma arma, invadiu a redação do Crítica e atirou nele na frente de Nelson. Após o assassinato, o pai, Mario Rodrigues, deprimiu-se e morreu poucos meses depois. A família enfrentou muitas dificuldades e chegou a passar fome na época.

Em 1943, Nelson Rodrigues, então empregado do Jornal O Globo, escreve uma peça de teatro intitulada Vestido de Noiva. Do dia para noite o escritor foi catapultado ao patamar de gênio e "fundador do teatro brasileiro." Falava-se dele por toda parte, desde os botecos cariocas até nas principais revistas do país e sua próxima peça, era aguardada com muita ansiedade. Album de família estreiaria num…

TODOS JUNTOS?

Imagem
Algo intrigante nesta minha obsessão por mentes superdotadas é que dificilmente os gênios aparecem sozinhos. Parece que existe uma tendência kármica de colocar vários talentos todos ao mesmo tempo no mesmo lugar. Um exemplo disto é o filme brasileiro Uma noite em 67 que retrata o festival de música brasileira daquele ano. Disputam a final nada menos que Roberto Carlos, Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Edu Lobo, nomes que mais de 30 anos depois continuam sendo os maiores destaques da nossa música. Nunca mais apareceu um grupo assim. Me questiono se isto acontece pelo fato de uma mente muito brilhante influenciar outras e elevar o nível do grupo ou se é a concorrência entre vários destaques que os alça ao patamar de gênios.