Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

PIECE OF SILENCE

Imagem
Acabei de achar essa preciosidade no MoMa. Eu já havia lido sobre essa história no Livro - O Resto é Ruído de Alex Ross, mas me deparar com a partitura foi no mínimo empolgante. Então aí vai um pouco da história dela.

___________________________________________________________________________________________

Em agosto de 1952, o pianista David Tudor se aproximou do piano do Maverick Concert Hall em Woodstock, New York. Com um cronometro na mão, Tudor o acionou para tocar a obra "peça de silêncio" de Jonh Cage. Por 4min e 33 segundos, nenhum som foi produzido, a platéia em choque manteve o silêncio com certa indignação. Com esse gesto radical, Cage quebrou toda a estrutura convencional da música chamando a atenção para a audição interna, a auto-observação e o auto-estudo. Abriu-se também inúmeras possibilidades para a criação da música. A imagem abaixo mostra a partitura desse concerto, deixando claro que são 4'33" de silêncio para qualquer instrumento ou combinação de…

NYC - sem vento nem documento

Imagem
Eu tenho um princípio de vida ( não sei se é bom ou ruim, mas para mim funciona) - eu não me preocupo com nada até que dê A Merda, aí eu tento resolver. Isso tem uma vantagem de não deixar meus pensamentos presos ao que pode vir a acontecer de ruim, não tenho mesmo uma vocação para precaver-me. Confesso que poucas vezes na vida isso me fez mal, mas acho que agora foi uma delas.
Cheguei em NY, fui pegar meu celular no bolso e... até aí tudo certo, celular se fica sem, o problema foi minha carteira ( com meus cartões e $) e meu passaporte. Horas de procura, duas inspeções no avião e nada. Enfim, acho que dessa vez me dei mal mesmo, ainda assim, creio que meu princípio me poupou de muitas preocupações desnecessárias por toda a vida. Tenho apenas que aceitar que agindo assim aumenta a probabilidade dessas besteiras acontecerem, porém... problemas acontecem também com quem se preocupa o tempo todo e às vezes até mais com eles que comigo.
Segue o baile, agora é visita à embaixada, esperar q…

I'm in bitch miami - homenagem a uma cidade M-A-R-A

Imagem
Vim para Miami quando tinha 10 anos e não sei porque motivo não havia gostado daqui. Com o tempo, o que lia, ouvia e via dessa cidade me fez sentir uma certa aversão. Para mim, o protótipo de Miami é a mãe da Mary do Quem ficar com Mary?. Um aluno meu tentou me convencer que tudo o que há de mais sofisticado (depois tenho que perguntar o que ele entende por isso) está em Miami. Na minha opinião, Miami era compras e praia.



Cheguei aqui terça a noite, ontem o tempo estava nublado e ventava tanto que parecia que o Katrina estava nos visitando, sobrou a outra opção. De compras, realmente ninguém pode reclamar. Você entra na loja e acha a roupa barata, daí olha uma plaquinha dizendo que tem mais 30% de desconto e a hora que você vai pagar a mulher do caixa avisa - se você for no concierge e pedir um cupom, ganha mais 10%. E há coisas para comprar, porque quando você fala para alguém que está vindo para MIA.. a pessoa já fala - MI traz...

Segundo dia, Fake Katrina again. Vou passear pelas r…