As vantagens do compartilhamento

O outro texto sobre esse assunto talvez não tenha dado a dimensão que esse ato, tão evoluído que é compartilhar, merece. O ser humano nasce com uma dependência total dos seus progenitores, passa pela adolescência e inicio da fase adulta em que busca a total independência, mas é quando começa a trabalhar em equipes e contribuir com outras pessoas compartilhando conhecimento que fará grandes realizações.

Fazendo uma breve análise da história humana também passamos por essas fases. Saímos de um período no qual tínhamos total dependência da natureza, depois da igreja e do Estado para um momento que desejávamos apenas a independência e por essa atitude acabamos por agredir e prejudicar o meio-ambiente onde vivemos. Atualmente, o homem sabe de sua ligação com tudo, tem consciência que vivemos em um mundo sistêmico onde ações feitas em um tempo espaço vão afetar todo o planeta por muito tempo. Vivemos um momento de total interdependência. Hoje sabemos o quanto precisamos ter uma boa relação de troca com a natureza e com as coisas sutis do universo para que vivamos uma vida equilibrada e feliz.

Existe uma lei cósmica, que os hindus chamam de karma. Essa lei se parece com a lei de ação e reação de Newton, mas vale para tudo o que fazemos na vida. Tudo aquilo que doarmos retornará para nós muitas vezes multiplicado. Assim como uma vela com fogo acende outra vela sem perder sua chama inicial, quando damos não perdemos aquilo que temos. Muito pelo contrário, ampliamos o que foi entregue com esta atitude.

Vejamos alguns pontos nos quais compartilhar se torna mais do que importante para nos desenvolvermos:

O compartilhamento na pedagogia

Acredito que a atitude que me fez aprender profundamente sobre vários assuntos foi o fato de começar a lecionar muito cedo. O professor não aprende para ele, ele aprende para ensinar. Em outras palavras ele entende para compartilhar. Aprender com o propósito de transmitir é certamente a maneira mais eficaz para se entender qualquer assunto. Esse tipo de atitude, que pode ser adotado por qualquer pessoa, dedique-se ela ao magistério ou não, faz com que você tenha uma atenção dobrada quando está aprendendo. Você precisará conhecer aquele assunto a ponto de transmiti-lo. A natureza é muito sábia e quando passamos adiante o que aprendemos, ela nos ensina mais. Aquele que mais aprende é o que transmite o conhecimento e não o que recebe. Por outro lado, quando retemos o conhecimento apenas para nós ele acaba sendo esquecido e perdido. Compartilhar conhecimento é ampliar sua visão sobre o assunto que você expõe.

O compartilhamento nas empresas

Há hoje uma corrida gerencial para o que as empresas chamam de horizontalizar a administração. Isso significa compartilhamento de poder. Cada dia mais, a decisão passará a ser tomada pelos mais variados colaboradores da companhia e não se concentrará apenas naqueles que possuem cargos de gestão mais altos. A opinião de todos é importante e aquele que está no front tem muito mais condições de acertar na decisão do que aquele que vê a empresa apenas a partir de planilhas. Compartilhar tomada de decisões só traz benefícios para a empresa. Quando toda força é concentrado em poucas pessoas e feed-backs não são considerados a probabilidade de erros se torna muito grande. O compartilhamento do poder também torna as pessoas mais comprometidas, afinal elas se vêm diretamente responsáveis pelos resultados.

O compartilhamento na administração pública

Provado está que um Estado enxuto aumenta a probabilidade de crescimento do país. O que ocorre nesse caso é que o governo transfere o poder para a população possibilitando que mais gente interfira no crescimento da nação.
O socialismo, que concentra toda a força no Estado, se mostrou ineficiente e incapaz de gerar desenvolvimento. Uma vez, um estadunidense disse: ``O presidente dos Estados Unidos pode mandar no mundo todo, mas aqui ele não manda``. Esse país, com seu sistema de federalismo, transfere o poder para os estados federados que por sua vez reforçam os municípios e estes apóiam ao máximo a iniciativa de cada individuo. A premissa de uma boa administração pública é: aquilo que os estados podem fazer o governo federal não precisa interferir. Aquilo que os municípios podem fazer os estados não precisam cuidar. Por fim, tudo o que a sociedade puder realizar, nenhum governo deve se meter, no máximo controlar através de agências reguladoras. O poder na mão de muitos ou poder partilhado é mais forte também nesse caso.

O compartilhamento nas relações pessoais

Saber ouvir é algo que deve ser treinado e apreciado por todos. A nossa tendência é sempre nos concentrar mais em falar. Mesmo quando o outro está falando você não está ouvindo, esta se preparando para a resposta. Partilhar conhecimento depende de uma atitude que deve começar por nós. Primeiro ouça atentamente, para depois se manifestar. Quando isso acontece deixamos que novos pontos de vistas façam parte de nossa consciência, livrando-nos de uma única forma congelada de pensar. Pense mais em ouvir, em compreender para depois ser compreendido.

Ação e reação

O compartilhamento nos diferenciou das demais espécies. O fato do ser humano ficar próximo a mãe durante pelo menos quatro anos quando nasce, fez com que esta transmitisse o conhecimento acumulado por ela em vida e isso contribui em muito para a criança se desenvolver mais rápido. Nós, mais do que qualquer outra espécie, compartilhamos, por isso nos desenvolvemos e nos destacamos.
Para concluir, reforço a questão da causa e do efeito. Se você deseja conhecimento, distribua ensinamentos. Se quer felicidade, esparja alegria. E se deseja ser compreendido, compreenda.
Tudo o que você doar, retornará a você infinitamente multiplicado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A História do trabalho

O Peso Real de Paulo Guedes

A psicologia do MEDO