Parte II - O que nos espera após a Era da Informação?


A PRÉ-HISTÓRIA

Quando a última Era Glacial, há 20.000 anos, nos tirou do nosso habitat natural que eram as árvores e caímos nesse território desconhecido chamado chão, nossa maior batalha era para mantermo-nos vivos. Éramos apenas alguns milhares de homo sapiens lutando pela sobrevivência. A caça se fazia necessária, pois nossa alimentação dependia diretamente do que conseguíamos caçar ou coletar. Tal como na escala das necessidades humanas de Maslow vivíamos o drama da primeira e mais básica das necessidades: as fisiológicas.


A ERA AGRÍCOLA

Foi provavelmente uma mulher quem, há 12.000 anos, descobriu que se enterrássemos uma semente no solo, geraríamos frutos e comida sem necessidade de tanto esforço como acontecia com a caça. Desenvolvemos então a agricultura e, conseqüentemente, ampliamos nossa expectativa de vida. Afinal, a caça é uma atividade deveras arriscada, e ameaça até mesmo a vida do caçador mais experiente. Com aquela descoberta simples, mas revolucionária, a aldeã, havia suprido a segunda necessidade de Maslow: a de segurança.









A ERA INDUSTRIAL

A industrialização começou a aparecer no chamado século das luzes, o XVIII, e essa revolução surge de uma mistura de cientificismo, racionalismo e ironia. Vivíamos um momento de progressos em quase todos os campos científicos - na física, na filosofia, na biologia - e nas artes principalmente na música, período em que estiveram vivos ao mesmo tempo, Mozart, Beethoven e Haydn.

O desejo das pessoas era ganhar mais autonomia através do trabalho que gerasse riquezas, podendo assim suprir suas necessidades mais básicas. Tal como as demais Eras, a Industrial respeita a ordem das necessidades humanas do estudo de Maslow. Esta foi a primeira época em que tivemos a necessidade de trabalharmos em grandes grupos. O êxodo rural fez com que mais e mais pessoas se congregassem nas cidades. A massificação dos produtos e a produção em larga escala reforçavam a tendência da terceira das necessidades segundo Maslow: o agrupamento.

Essa Era, que se inicia timidamente na segunda metade do século XVIII e chega ao ápice por volta de 1850, pode realmente ser chamada de um período revolucionário já que nesta época a Inglaterra começa a produzir e exportar em grande quantidade diversos tipos de tecidos.

Somente nessa década é que as pessoas se deram conta que toda a sociedade havia mudado. Nascia a Era Industrial.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A psicologia do MEDO

Feitas para Durar (resumo do livro)

A História do trabalho